sexta-feira, 24 de agosto de 2007

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Fenix - a ordem!

Muito mais do que retornar é importante retornar a cada instante e a cada dia. Estar presente e com espírito livre e com disposição para recomeçar a cada dia.
É assim que estou me sentindo hoje: com a vontade de recomeçar! Com a vontade de ver e rever conceitos de voltar. De parar - pelo menos hoje ou agora.

Pelo menos para escrever aqui!

Que maravilha estou escrevendo Livre e solta nos meus pensamentos e nos meus sentimentos - como se nada fosse capaz de limita-los. Mas lago é? Sou mesmo assim? Sem limites! Adoro as minhas limitações ou falta delas.

Adoro meus amigos, os verdadeiros e os ensinamentos que vem os falsos.
Adoro meu cachorro! Mas eu nem tenho!

Adoro meu gato! Aaaaaaaaaaa este eu tenho.

Adoro minha insanidade e minha indecisão.
Adoro minha aula e minha alma, ambas em constante evolução e ebulição. Colegas legais e pensamentos sobre o tempo e sobre a evolução criativa das empresas - como ser inovador sem ser criativo? Impossível!

Impossível viver feliz sem ser criativo!
Impossível ser criativo sem ser feliz!

Não és feliz? Seja criativo e ache uma forma!

Temperar a vida com CriATIviDADE.

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Eu passarei.

Um avião lotado se deslocava tranquilo e sem dificuldades
entre Porto Alegre e São Paulo.

Muitos passageiros estavam preocupados com os compromissos agendados, o tempo apertado, as férias finalizadas, a família deixada ou a reencontrar, os fatores climáticos, a roupa certa na mala, o documento esquecido, a planilha incompleta, a apresentação assertiva na matriz, aquela espinha enorme na bunda, a reserva do hotel, o time de futebol que perdeu novamente, o colega chato de trabalho, seu maior amor que esta do outro lado do mundo, a secretária muito eficiente, a nota baixa da escola da filha mais velha e o seu primeiro namorado, o amigo carente e seus relacionamentos frustrados, as nuvens no céu, a barra de cereal, a liquidação no shopping, o almoço de negócios, as maravilhas do café da manhã daquela famoso hotel de São Paulo, que o celular ficará sem bateria, o pão caseiro da mamãe, os amigos do condomínio, se trouxe dinheiro suficiente, que tem que ligar para o banco, a estrada engarrafada e antes: as ruas engarrafas, as ruas muito engarrafas, o tempo perdido com pensamentos perdidos no tempo.

Temperar a vida com o bom uso do meu tempo, fazendo com que o teu tempo seja melhor.

Eu não vivo só.
Pensar na coletividade! Eu sou feliz se estou feliz e faço feliz - vou pensar mais sobre isto?!

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Impossível


Biquíni Cavadão

Impossível

Tudo bem quando termina bem
E os seus olhos (e os seus olhos) não estão rasos d'água
Mas eu sei que no coração
Ficaram muitas palavras
Um vocabulário inteiro de ilusão

Tudo que viceja, também pode agonizar
E perder seu brilho em poucas semanas
E não podemos evitar que a vida
Trabalhe com o seu relógio invisível
Tirando o tempo de tudo que é perecível

Oh, oh, oh ... é impossível,
é impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que senti

Tudo que morre fica vivo na lembrança
Como é difícil viver carregando um cemitério na cabeça

Mas antes que eu me esqueça,
Antes que tudo se acabe
Eu preciso, eu preciso dizer a verdade Oh, oh, oh ...

É impossível, é impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que senti

Tudo que morre fica vivo na lembrança
Como é difícil viver carregando um cemitério na cabeça

Mas antes que eu me esqueça (Mas antes que eu me esqueça),
Antes que tudo se acabe
Eu preciso, eu preciso dizer a verdade Oh, oh, oh ...
É impossível, é impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que senti
É impossível! É impossível, é impossível esquecer você
É impossível esquecer o que vivi
É impossível esquecer o que senti

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Somos perecíveis.

Leia o rótulo antes de comprar o produto: somos perecíveis.
E esta indicação serve para este corpo que carrega as nossas imperfeições assim como as imperfeições que podem se acentuarem ou diminuírem conforme a perecividade se acentuar.

Confesso e já confessei anteriormente a enorme dificuldade que lido com este fato, mas tenho a certeza absoluta que se não passar por este processo aproveitarei pouco. A dualidade de sentimentos continua e não pensar seria menos doloroso. Estou realmente perdendo a cabeça e novos conceitos estão surgindo. Ou seriam velhos?

Estou substituindo o verbo SER pelo verbo ESTAR e estou sendo menos exigente e estando mais feliz! Achas que não faz diferença?

Veste esta minha capa de lobo e saiba que por baixo tem um cordeiro ... e ainda sobreviva?
É bom?
24 horas!

That's all.
Now, that's all.
Temperar a vida com cordeiros e lobos, mas não por 24 horas.

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Vários Sentimentos.

Imagine como se tu não pudesse ser você.

Eu não posso ser eu mesmo: ainda bem que o tempo imersa no http://www.globo.com/ foi muito útil e um personagem incorpora de forma rápida. Faço questão que pareça um personagem.

Não sou! Estou!

Concurso de complicação: não tenha dúvida que eu ganho?!

Ao público solicito aplausos para minha performance e ao tempo solicito que não passe. Odeio as rugas, as mãos agentes entregadoras do tempo, os dentes amarelos, os filhos que crescem entregando a quanto tempo você os fez, os cabelos que branqueiam.

Acho que vou engolir tudo isto! Mas tudo bem.
Tenho tempo - se ele não passar.

Odeio as barrigas.

Quero envelhecer com as estrias, as celulites, a flacidez e paralelo só se os amores forem sobre mim!

Temperar a vida com vários caminhos!

Generalização do Surto.

Oi querido!
Tudo bom contigo?

Escrever para ti está cada vez mais difícil, pois a sensação de vazio – de falar sozinha esta ficando forte novamente. Mas meu peito continua cheio de bons sentimentos e principalmente com a certeza que és uma pessoa que lê este monte de palavras de forma, no mínimo, carinhosa.

Eu confesso que ficaria bastante desconfiada com alguém tão insistente e confesso também que hoje fui até teu orkut olhar novamente apenas tua foto, pois não lembrava mais do teu rosto. Li o teu perfil e vi que “tuas comunidades falam por ti”, mas não fui pesquisar - adoraria te conhecer por ti e não pro elas, também adorei sabes que citas Chico Xavier.
É à vontade de te conhecer mais e melhor!

Já estou melhor.
Já estou feliz – na verdade foi somente um dia complicado!
Grande beijo, muito cheio de carinho.
Um abraço apertado – aqueles que demoram para soltar.

Temperar a vida com um surto generalizado!

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Surtos.

Olá!

Hoje realmente eu precisava de ti.
Precisava de alguém que não me conhecesse e não me julgasse.
Não foi um dia muito bom! Nem todos são ...

Pessoas amadas, some times, podem fazer tão mal?!
As palavras, as atitudes ... eu não sei. Eu não sei de nada hoje.

Fiquei um pouco on line!
Coloquei fotos novas no meu orkut, mas nada de mais!

A fila anda ... beijos.

Temperar a vida com andanças de passos curtos ou largos. Ritmo incerto!

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Surto.

Oi queridissimo!
Como vai a reforma?! Lembro de alguma coisa sobre reforma?
Ou está havendo uma na tua casa ou será que é porque tu és arquiteto? Bom eu não me lembro mais!

Achei o e-mail de ontem uma verdadeira puxação – hehehe, mas é muito bom saber que se é querido por alguém de longe e por nada (o que?).
Eu espero que esta brincadeira toda seja levada a sério, que seja uma brincadeira muito séria, mas alguém poderia me explicar como é uma brincadeira muito séria?

Acho que é assim: brincadeira porque nós não nos conhecemos e séria porque lida com amizade e sentimentos sérios falados através de e-mail absolutamente verdadeiros e muito sérios. Mas com muita descontração e bom humor! Sim, vindo de mim – confusão verbal, mental e do que estávamos falando mesmo ...

To maluquinha hoje!
Semana muito puxada e segunda-feira ainda fui parar no hospital de onde sai as 2 da manhã ... to caindo de sono.
Vou dormir! Hoje não estou inspirada para rasgar seda pra ti ... mas saiba que te adoro! Bjs.

Obs.: eu estou enlouquecendo! Hehehe.

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Surtos.

Oi meu querido!
Tudo bem contigo?

Segue meu arrependimento público por estar escrevendo apenas para ti.
Agora passarei a escrever para ti e para o público, no meu blog, que reclamou minha ausência. Tudo bem – acho que consigo conciliar!

Esta ficando muito corrido este segundo semestre – MBA (o fim), inglês, escrever no blog, vida pessoal (porque ninguém é de ferro e não se vive só de sonhos), trabalho (o que me dá menos trabalho), artigos para revistas e meu coração disparado (o mais trabalhoso) ... ufa! O melhor são os sonhos, é você, a parte intangível da vida, o intocável, o realizável, o possível, o amável.

Saiba que você é muito especial!
Não me esqueça!

Me leia! Please!
Me responda. 2 x Please!

Passa o tempo, o vento, o frio e que frio que não passa e você não passa.
Seu lugar é certo e cativo! Bjs.

domingo, 5 de agosto de 2007

Arrependimento.

No dia 18 mudei meu blog de lugar e comecei, de forma muito egoísta, a escrever, paralelamente, para uma pessoa (eu) e não para todos, como sempre faço. Quero dizer que estou arrependida e que vou tornar pública as história.

É apenas uma história, viu amor?!

São caminhos alternativos e traçados paralelos em vidas diferentes, que podem ou não se cruzarem. Eu estou torcendo para que os dois se encontrem e que esta história vire best seller de amor e amizade - quer coisa melhor!?

Vou tentar colocar em ordem.
Temperar a vida com desordem (mental e emocional).

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Surtos.

Oi querido!
Ontem fiquei feliz por saber que não estava falando sozinha.

Foi uma sensação muito agradável, mas creio que tenha sido segunda-feira e não ontem. Troco as datas algumas vezes e bem que hoje podia ser sexta-feira.
Tudo bem, tudo passa!

Que bom que gosta dos meus e-mails, pois eu adoro escrever pra ti. Adoro saber, antes sem saber, que tu iria ler as minhas palavras e as analisar, pensar ou deletar, mas iria ter alguma reação sobre mim. Não sei exatamente!

Hoje tive um desentendimento via orkut e isto nunca tinha me ocorrido. Confesso que embora tenha agido sem a mínima intenção de ofender com um convite para ir a uma janta para uma amiga de Curitiba que está aqui – uma louca e impulsiva me disse que não era para eu dizer o que ela deveria fazer?! Como assim??? Eu é que devo ser a louca da história.
Bom, mas a janta foi um sucesso. Assuntos e conversas 1000.
Mulherada faceira!!!

Como vão as tuas histórias?
Tens alguma para me contar?

Falei nesta segunda-feira sobre a minha cresça espírita, pois acho que só ela explica uma pouco o meu reconhecimento em ti de algo tão forte e especial.
No que acreditas?

Vou te confessar que AMEI receber teu e-mail.
Tu não passas em branco.

Temperar a vida com surtos.